10 sinais de falta de vitamina C e como é feita a suplementação.

Vitamina “c”O micronutriente está envolvido em várias funções importantes do organismo, entre elas o funcionamento do sistema imunológico.

A vitamina C, também conhecida como ácido ascórbico, é um micronutriente naturalmente presente nos alimentos, especialmente nas frutas cítricas, como a acerola ou a laranja, por exemplo.

Ela é um poderoso antioxidante e atua retardando o envelhecimento celular. Também participa na formação do colágeno, na absorção de ferro a nível intestinal, na conversão de colesterol em ácidos biliares e na produção das células brancas, que atuam na defesa do organismo contra infecções.

Sintomas da falta de vitamina C
A deficiência de vitamina C pode provocar o aparecimento de alguns sinais e sintomas como:

  • Cansaço, palidez e tontura, devido à anemia causada pela pouca absorção do ferro;
  • Dificuldade para a cicatrização de feridas, devido à deficiência do colágeno;
  • Sangramentos, principalmente pela gengiva e nariz;
  • Manchas arroxeadas pelo corpo, também pela fragilidade dos vasos sanguíneos;
  • Deformidades ósseas e aumento do risco de fraturas, principalmente em crianças, pois altera o processo de calcificação e formação dos ossos;
  • Queda do cabelo e enfraquecimento das unhas, cartilagens e articulações;
  • Dor óssea e inchaço no corpo;
  • Queda e amolecimento dos dentes, pois a altera a formação da dentina, que é a matriz dos dentes;
  • Aumento do risco de infecções, como gripes e resfriados, pois a falta de vitamina C prejudica a formação dos glóbulos brancos e altera várias funções do sistema imune;
  • Tristeza, estresse mental e dificuldades de raciocínio, pois a falta desta vitamina pode produzir alterações químicas cerebrais.
  • Causas de falta de vitamina C
  • A vitamina C é absorvida no intestino e a sua principal fonte é alimentação, portanto, a falta desta vitamina acontece quando a dieta é insuficiente ou quando a absorção não é adequada. Assim, algumas das principais causas de falta de vitamina C são desnutrição, anorexia, tabagismo, alcoolismo, doenças e inflamações intestinais, como a doença de Crohn, por exemplo.

Como tratar a carência de vitamina C
A vitamina C é encontrada, principalmente, em frutas e vegetais, como abacaxi, acerola, laranja e limão, por exemplo, sendo importante a presença destes alimentos na dieta para suprir as necessidades diárias.

A quantidade de vitamina C que deve ser consumida diariamente é de cerca de 75 mg por dia para mulheres e de 90 mg por dia para os homens a partir dos 19 anos.

No entanto, algumas pessoas podem necessitar de quantidades maiores, como gestantes, fumantes e pessoas em uso de alguns remédios que podem prejudicar a absorção desta vitamina, como anticoncepcionais, antidepressivos e diuréticos.

Como a vitamina C pode ser eliminada, aos poucos, através da urina, o seu consumo deve ser diário, e caso a quantidade necessária não seja alcançada com a alimentação, também é possível consumir suplementos com vitamina C.

Os suplementos são aconselhados por um nutricionista ou um médico a partir do quadro de sintomas relatados pelos pacientes.

Vitamina C efervescente
Geralmente, a vitamina C efervescente está disponível em diferentes doses, podendo estar associada a outras substâncias, como o zinco ou vitamina D e a posologia deve ser determinada pelo médico mediante a necessidade. Existem ainda formulações de vitamina C que podem ser dadas a crianças e a grávidas, que têm dosagens mais baixas.

VEJA TAMBÉM: O que comemos hoje determina nosso futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá ! Bem-Vindo(a) ao nosso SITE!
Posso te Ajudar?