Cuidado contra câncer e estilo de vida aumentam as chances de doenças, diz pesquisa em Rio Claro.

Levantamento da Santa Casa foi realizado em parceria com a Unesp de Botucatu com 400 mulheres. Risco de morte por complicação cardíaca aumenta nas que tiveram a doença.

Pesquisadores da Santa Casa de Rio Claro (SP), em parceria com a Unesp de Botucatu, descobriram que o tratamento usado para enfrentar o câncer de mama, somado ao estilo de vida que a pessoa leva depois da cura, aumentam as chances de desenvolver outras doenças.

Tratamento contra o câncer

A mulher começa a ter a chamada doença cardiovascular e o risco de morte por complicação cardíaca aumenta em relação à outra que não teve o câncer de mama e não passou pelo tratamento.

O tratamento do câncer de mama, muitas vezes, inclui cirurgia, quimioterapia e radioterapia. Se por um lado ele é eficaz no combate à doença, por outro aumenta o risco do paciente desenvolver síndrome metabólica, que incluiu obesidade abdominal, pressão alta, elevação de colesterol e triglicérides, entre outros, segundo a pesquisa.

A pesquisa analisou cerca de 400 mulheres com e sem câncer de mama. Entre as pacientes com a doença, 50% desenvolveram síndrome metabólica. Entre as saudáveis, somente 37%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá ! Bem-Vindo(a) ao nosso SITE!
Posso te Ajudar?