Profissões que tem direito a Aposentadoria Especial no INSS.

Veja aqui as profissões que tem direito a Aposentadoria Especial no INSS. A fim ter direito à aposentadoria especial, o trabalhador deverá comprovar, além do período de trabalho, a efetiva exposição aos agentes químicos, físicos, biológicos ou associação de agentes prejudiciais por período exigido para a concessão do benefício (15, 20 ou 25 anos).

O especialista em Previdência Hilário Bocchi Júnior lista as relevantes dúvidas dos contribuintes.

TEMPO DE ofício REDUZIDO

Quando o benefício é devido com 15, 20 ou 25 anos de trabalho

A aposentadoria com 15 anos destina-se aos trabalhos em mineração subterrânea, em frentes de produção, com exposição à associação de agentes físicos, químicos ou biológicos.

Com 20 anos aplica-se aos trabalhos com exposição ao agente químico asbesto (amianto) e aos trabalhos em mineração subterrânea, afastados das frentes de produção, com exposição à associação de agentes físicos, químicos ou biológicos.

A aposentadoria especial com 25 anos de trabalho aplica-se aos trabalhadores que não se enquadram na modalidade deste benefício com 15 ou 20 anos de serviços.

IGUALDADE DE GÊNEROS

Entretanto, Homens e mulheres aposentam com o mesmo tempo de serviço ou há diferença entre eles?

No caso da aposentadoria especial, o bem que a lei protege é a saúde e a integridade física do trabalhador e neste caso não pode haver diferença entre homens e mulheres, por isso o tempo de ofício exigido é igual, e não há limite de idade para concessão do benefício.

AS ATIVIDADES ESPECIAIS

Quais são as profissões que garantem o acesso à aposentadoria especial?

Qualquer atividade pode assegurar o acesso à aposentadoria especial, desde que coloque em risco a saúde ou a integridade física.

Para ter direito à aposentadoria especial, o trabalhador terá de comprovar, além do tempo de trabalho, a efetiva exposição aos agentes químicos, físicos, biológicos ou associação de agentes prejudiciais por período exigido para a concessão do benefício (15, 20 ou 25 anos).

O especialista em Previdência Hilário Bocchi Júnior lista as principais dúvidas dos contribuintes.

TEMPO DE SERVIÇO REDUZIDO

Quando o benefício é devido com 15, 20 ou 25 anos de serviços?

A aposentadoria com 15 anos destina-se aos trabalhos em mineração subterrânea, em frentes de produção, com exposição à associação de agentes físicos, químicos ou biológicos.

A aposentadoria com 20 anos aplica-se aos trabalhos com exposição ao agente químico asbestos (amianto) e aos trabalhos em mineração subterrânea, afastados das frentes de produção, com exposição à associação de agentes físicos, químicos ou biológicos.Com 25 anos de serviços aplica-se aos trabalhadores que não se enquadram na modalidade deste benefício com 15 ou 20 anos de serviços.

Homens e mulheres aposentam com o mesmo tempo de serviço ou há diferença entre eles?

Quais em geral as profissões que garantem o acesso à aposentadoria especial?

Qualquer atividade pode assegurar o acesso à aposentadoria especial, desde que coloque em risco a saúde ou a integridade física.

Assim, é muito comum ver pessoas que têm a mesma profissão, mas as condições de trabalho são diferentes e é isso que define o acesso à aposentadoria especial.

Não importa a atividade ou a função da pessoa. O que importa é a atividade que ela executa.

LEIA TAMBÉM: Golpe usa aplicativo para fraudar depósitos bancários.

Contudo a lista dos documentos necessários para requerer a aposentadoria especial depende da condição de segurado do interessado e varia de acordo com a sua vinculação com a previdência social: empregado, autônomo, cooperado, etc.

Isto acontece por que o INSS requer um documento chamado PPP, que é o Perfil Profissiográfico Previdenciário, para concessão da aposentadoria e sem este documento o segurado não consegue se aposentar.

COMO PEDIR O BENEFÍCIO NO INSS

O segurado que preencher o tempo de trabalho para obtenção da aposentadoria especial pode solicitar diretamente na agência do INSS ou acessar o site do INSS e fazer o agendamento do atendimento ou ainda ligar 135.

Todavia, se o segurado continuar exercendo atividade especial terá que escolher entre o benefício e a continuidade do serviço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Olá ! Bem-Vindo(a) ao nosso SITE!
Posso te Ajudar?